Construção seca: saiba mais sobre as paredes de gesso e drywall

https://goo.gl/d1CNVY
https://goo.gl/d1CNVY

Na hora de dividir ambientes em uma reforma sem quebra-quebra, não resta dúvidas, paredes de gesso ou drywall são uma boa pedida. Nos forros de gesso podem ser criados vários efeitos decorativos que adaptados a uma iluminação adequada, podem transformar o espaço (falaremos sobre isso em outro post). Vamos conhecer mais sobre estes materiais:

O gesso comum

 

https://goo.gl/TuzSdR

 

É encontrado em placas que possuem por volta de 60x60cm, sua aplicação gera bastante sujeira, seu tempo de secagem é maior e também está mais sujeito a trincas e rachaduras ao ser comparado com o drywall.

O acabamento final é similar à alvenaria comum, porém a vedação acústica e a resistência ao peso são menores. Existem alguns blocos diferentes que tem resistência a umidade e outros mais reforçados onde podem ser pendurados quadros, armários etc, apesar disso, indicamos que para fixar armários e televisores grandes e pesados, o drywall é mais eficaz.

Na cor azul é chamado de hidro, a prova de água, na cor verde GRG (Glass Reinforced Gypsum ) possui resistência à umidade, o rosa GRGH que são hidro fugantes destinado a repelir água (é reforçado com fibra de vidro).

 

Fonte: www.gesseirodf.com.br

 

Falando em valore$$, o gesso comum é bem mais barato que o drywall (cerca de 40%).

Drywall

É uma solução prática que utiliza chapas de gesso acartonado, fixadas em estruturas de aço galvanizado. É um material mais leve e versátil.

 

https://goo.gl/0snUW4

 

Sua instalação é mais rápida e gera menos sujeira. Utilizado em placas que medem em torno de 120x180cm, seu tempo de cura antes da pintura também é mais rápido que o gesso comum (cerca de um dia).

Por ser mais resistente a trincas, é indicado para uso em grandes áreas. Seu tratamento acústico também é fácil, pois podemos instalar lã de vidro ou lã de rocha entre suas placas para auxiliar no conforto termo acústico.

 

Aplicação de lã de vidro na parede de drywall. Fonte: https://goo.gl/enAZGU

 

Neste material, também é possível prever cabeamento interno e instalação de tomadas, além de poder receber diferentes acabamentos (pinturas, texturas, azulejos).

Existe no mercado, um tipo de drywall mais resistente à água, são placas verdes que podem ser utilizadas em cozinha e banheiro, porém, antes da aplicação de revestimentos é necessária sua impermeabilização, garantindo assim, a sua vida útil.  A argamassa indicada para este fim é a ACII.

Os três principais tipos de drywall são:

Placa de Drywall Verde – RU: Resistente a Umidade, ‘é indicada para ambientes molhados. É composta de silicone e aditivos fungicidas.

Placa de Drywall Rosa – RF: Proporciona isolamento térmico e é resistente ao fogo (que pode durar cerca de 120 minutos).

Placa de Drywall Branca: é a mais utilizada para ambientes secos e internos.

https://goo.gl/zr8Kh8

Apesar de serem materiais leves, podem receber espelhos, quadros, televisores e até mesmo bancadas, mas para isso é necessário utilizar buchas específicas que devem ser instaladas por um profissional, seu uso dependerá do peso do material a ser fixado, em alguns casos é necessário usar outros fixadores e chapas de aço.

Para que tenha um bom acabamento de pintura, é necessário corrigir as imperfeições com a aplicação de massa corrida e depois lixar, feito isso, é só limpar o pó e pintar.

Apesar de ter um preço mais elevado ao ser comparado ao gesso comum, o drywall está substituindo cada vez mais este material.

Se você deseja dividir ambientes internos e garantir privacidade e qualidade aos espaços, as paredes de drywall são muito indicadas. Pois, como você pode perceber, podem ser rapidamente feitas através da geração de muito pouco resíduo além de ser mais leve e menos espesso do que a alvenaria comum.

Esperamos que com este post você possa, além de conhecer mais sobre estes materiais, ter uma noção do que se encaixa no seu orçamento e necessidade. Indicamos estes materiais para uma reforma onde precisa-se apenas acrescentar paredes e/ou criar divisórias.

Não deixe de conferir nosso post sobre reforma sem quebra-quebra (clique aqui para conferir), ele traz várias dicas para quem quer mudar gastando pouco e com praticidade. Deixem aqui um comentário sobre a postagem e também fiquem à vontade para tirar suas dúvidas conosco.

Até a próxima e não se esqueçam de compartilhar este post com seus amigos!

no replies

Leave your comment